Menu Fechar

Por Que é tão Difícil Implantar o Diálogo nas Empresas?

Diálogo

Um dos grandes desafios das organizações é o relacionamento efetivo com seus stakeholders, em especial, seus empregados.

Significa promover espaços sistemáticos de escuta, troca de ideias, buscar o aumento de participação enfim, promover resultados efetivos a partir da perspectiva do outro em um processo de comunicação de mão dupla.

Para que o diálogo aconteça é preciso percorrer um caminho de entendimento em todos os níveis da empresa, começando pelas lideranças, que precisam entender essa necessidade e assumir essa postura como compromisso.

Mais do que investir dinheiro em espaços bonitos com pufs e quadros para escrever é necessário uma mudança de mindset, aliada ao entendimento dos benefícios da prática de dialogar, tanto da parte dos empregados quanto das lideranças.

Essas são dicas de como começar a introduzir espaços de diálogo de maneira gradual na sua empresa:

Treine o diálogo

Diálogo

Todos os empregados em diversos níveis estão aprendendo a lidar com o novo ambiente organizacional, onde convivem 5 gerações, tudo junto e

misturado. Todos precisam participar, uma vez que a premissa básica do diálogo é priorizar a troca de ideias e sugestões. Deixando de lado a lógica das ordens e das determinações.

O diálogo é uma forma de comunicação que transforma os envolvidos. Quando existe um espaço propício para que os empregados e os líderes conversem de forma amigável e aberta, todos se sentem mais engajados e informados. E não há dúvidas, um ambiente positivo gera, também, resultados positivos.

Mas este aprendizado não deve ser o tradicional, estamos falando de treinamentos que usam as metodologias ativas de aprendizagem (games, vídeos, infográficos etc), onde se pode vivenciar o conceito com emoção.

Também é preciso organizar rodas de conversas frequentes dentro das próprias equipes e dar feedback do que foi conversado na próxima rodada, mesmo que seja negativo.

É preciso ter em mente que este é um processo de longo prazo, pois acabar com a cultura do “manda quem pode, obedece quem tem juízo”, pressupõe abertura para aprender.

Tome decisões coletivamente

Diálogo

Dialogar é uma ótima maneira de evitar decisões precipitadas e impensadas, mas dá trabalho, atrasa o cronograma, é difícil escutar o que não queremos…mas tomar uma decisão sem, antes, ouvir todas as partes com clareza, ponderando e avaliando os prós e contras, pode prejudicar todo o andamento do trabalho, além de causar mal-estar entre os envolvidos.

Para preservar a boa convivência e a produtividade, o diálogo é fundamental. Empresas que dialogam são mais produtivas e alegres.

Quem ouve um colaborador elogiando o posicionamento e as ações da sua empresa, o famoso “embaixador” provavelmente irá acreditar. E ele só faz isso quando se sente parte, quando está vivenciando o dia a dia da organização.

Seja o guru do seu empregado

Considerando que atualmente as empresas encontram-se em uma situação de extrema exposição pública e fragilidade, os empregados querem e precisam ser os primeiros a saber das notícias boas e ruins relativas a ela.

Estamos todos cansados de receber comunicados formais, frios, que não geram repercussão.

A comunicação interna só funciona se houver uma integração entre todos os níveis hierárquicos, de modo que os funcionários sintam interesse em saber mais e se aproximar da empresa.

Todos querem receber os fatos de forma ágil e diretamente da liderança, simples assim.

A comunicação face a face é a preferida porque diminui conflitos e alinha a equipe com os objetivos e metas da organização, os ruídos são menores e o entendimento é maior.

Inclua as falas com as equipes nas metas, com o tempo todos mudam este hábito e a comunicação passa a fluir de forma corriqueira e leve.

Se desdobre no conteúdo

Se for urgente, esqueça a forma. Um bom texto enviado por e-mail ou whatsapp no tempo certo tem um efeito muito benéfico. Um conteúdo verdadeiro, objetivo, com tom de proximidade e distribuído no meio correto já é grande passo no entendimento do conteúdo.

Os meios mais comuns de comunicação interna são os jornais, intranet, vídeos, podcasts e o whatsapp corporativo, mas vale ainda a orientação de diversificar a linguagem e principalmente o tamanho da mensagem em cada meio.

Conclusão

Não existe êxito sem esforço e os resultados do diálogo e da Comunicação Interna vêm a longo prazo. Por isso, não sinta-se ansioso se não sentir mudanças substanciais nos primeiros dias ou semanas.

Independente da cultura da sua empresa é importante contar com apoio de profissional de comunicação, com perfil de mentor e mediador, que tenha abertura para entender as pessoas com quem vai se comunicar.

Invista na Comunicação Interna, faz toda a diferença, vale o investimento, acredite!

Entendeu como o Diálogo é importante?

Faça um login e deixe seu comentário abaixo! Se você gostou desse artigo, compartilhe com seus amigos nas redes sociais.

A Contatus busca gerar conteúdo relevante para o seu público.


Rita Diascanio

Rita Diascanio

Diretora Executiva da Contatus Comunicação

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *